Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Continuar

Envio do 100º voluntário Força da Natureza para o terreno

A Força da Natureza já enviou mais de 100 voluntários para ajudar as populações atingidas pelos incêndios. A maioria foram jovens ligados às paróquias ou grupos de escuteiros que aproveitaram os fins de semana prolongados e as férias escolares para apoiar a reconstrução das áreas ardidas. Estiveram a fazer trabalhos de contenção do solo em zonas declivosas da Serra da Estrela, para evitar os riscos da erosão; a organizar roupas e alimentos doados para distribuir às populações; a fazer limpezas de margens de rios e zonas destruídas pelo fogo e estiveram a ajudar na reconstrução e limpeza de barracões, galinheiros e outras estruturas de apoio às pessoas. Desenvolveram ainda um intenso trabalho pastoral junto de lares de idosos, pessoas em situação de maior isolamento e fragilidade.


Todo o trabalho foi feito em estreita articulação com as entidades locais, como autarquias, juntas de freguesia, paróquias, instituições sociais, associações de bombeiros, entre muitas outras. Os voluntários estiveram a intervir nos concelhos de Oliveira do Hospital, Seia, Pampilhosa da Serra e Pedrógão Grande.


A Força da Natureza é uma missão da Vigararia de Cascais que tem o propósito de ajudar à recuperação das zonas mais afetadas pelos incêndios deste ano. Este objetivo concretiza-se através do envio semanal de voluntários que vão para o terreno colaborar com as entidades locais nas tarefas de limpeza, reconstrução e organização logística. Além deste trabalho mais prático, e que se tem revelado essencial, a Força da Natureza procura também, e como não podia deixar de ser, fazer uma intervenção pastoral, ajudando a levar a esperança e a alegria cristã a todos os que foram afetados por esta tragédia. Visita as pessoas mais isoladas, anima os idosos e procura integrar-se nas comunidades cristãs locais.


Trata-se de uma missão de longo prazo, que pretende ao longo dos próximos meses, ajudar as populações locais, e que está aberta a todas as pessoas que se queiram voluntariar, mesmo que não sejam das paróquias da vigararia, desde que devidamente enquadradas.


A organização da Força da Natureza, em profunda articulação com as entidades locais, define as tarefas a desempenhar no local, encarrega-se de encontrar alojamento gratuito em instituições locais e ajuda a encontrar transporte para os grupos de maior dimensão.